Edição de vídeo AVCHD no Ubuntu 12.04

A melhor opção para editar AVCHD em linux continua sendo o Ubuntu.
Instalamos a versão 12.04 + programas, pacotes e codecs necessários.
Quer dizer: configuramos o Ubuntu do nosso jeito. Abaixo faço uma lista do que foi instalado no Ubuntu 12.04.
O resultado foi muito bom!

- o Reprodutor de filmes tocou normalmente os arquivos MTS (nativos da filmadora Panasonic em AVCHD) e também os arquivos mov (arquivos MTS que foram convertidos para mov pelo Winff)

- o VLC também tocou os arquivos MTS e mov normalmente

- o Openshot tocou os 2 arquivos normalmente. Porém essa versão do Openshot tem um problema: você adiciona os arquivos para edição (quantos quiser) apenas uma vez. Depois o Openshot não aceita novos arquivos.
Esse problema está acontecendo na versão 1.4.0. Na versão 1.4.1 o Openshot já resolveu o problema. Entretanto no repositório oficial do Ubuntu você só consegue instalar a versão 1.4.0.

- O kdenlive tocou os 2 arquivos (MTS e mov) normalmente. Será necessário adicionar o plugin HDV para renderizar em HDV. Para tanto vá em opções, selecione a opção perfis de renderização e selecione o plugin DNxHD para instalação.

- o Cinelerra tocou o arquivo mov. A imagem não engasgou e o som tocou normalmente. Há uma pequena falta de sincronia entre som e imagem - mas foi o melhor resultado obtido até aqui.

Agora vou listar todos os programas e pacotes que foram instalados no Ubuntu 12.04.

- primeiro instalamos o Ubuntu 12.04 do CD Live
- atualizamos a linguagem (Português brasileiro)
- atualizamos o sistema baixando todos os pacotes sugeridos

Depois utilizando a Central de Programa do Ubuntu instalamos os seguintes programas, pacotes e codecs:

- Winff - conversor de vídeo
- Openshot - editor de vídeo
- VLC - player que toca qualquer tipo de arquivo de áudio e vídeo
- K3b - o melhor gravador de CD e DVD do linux
- Audacity - editor de áudio
- Inkscape - programa de desenho vetorial profissional (para arte final)
- Gimp - editor de fotos profissional
- Blender - animação 3D
- DVD Styler - para autoração de DVDs
- Pindgin - para conversar na net (msn, yahoo, etc)
- Kino - editor de vídeo. Excelente para capturar imagens da sua filmadora ainda com fita mini-dv.
- Kdenlive - editor de vídeo
- Xine - player de áudio e vídeo
- Sinaptic - com ele você vai poder instalar os programas que quiser no seu linux depois que o tiver instalado
- Ubuntu restricted extras - com vários plugins e codecs
- Extra plugins Gstreamer
- Gstreamer plugin de vídeo ffmpeg
- plugin Gstreamer para mms, quicktimer, etc
- plugin GStreamer para xvid, etc
- drivers Nvidia - última versão
- multimedia player server, encorder e transcorder ffmpeg
- Codificador de vídeos Trasnmageddon

O Cinelerra - editor profissional de vídeo - foi instalado via terminal seguindo uma videoaula encontrada no youtube.

Observação - em agosto/2012 começamos a editar com essa configuração acima.
Surgiu um problema: o Winff convertia os vídeos de MTS para mov - mas quando importávamos o vídeo mov no cinelerra o mesmo se aprsentava com 3 pistas de áudio, sem som e com vídeo engasgando.
Como no AVLinux e no JuntaDados não tivemos esse problema com o Winff concluímos que faltavam plugins para ele no Ubuntu 12.04.
Primeiro instalamos o Synaptic usando a Central de Programas do Ubuntu.
Depois abrimos o Synaptic e digitamos ffmpeg plugins. Então procedemos a instalação e ficou assim:






Mesmo assim o vídeo convertido pelo winff continuava com problemas.
Então abri o terminal e usei essas linhas de comando encontradas em minhas pesquisas na internet:


sudo add-apt-repository ppa:jon-severinsson/ffmpeg
sudo apt-get update
sudo apt-get upgrade
sudo apt-get install ffmpeg
 
Exportamos o vídeo MTS pelo Winff de novo e obtivemos 
um vídeo mov.
Abrimos o vídeo mov no Cinelerra = sucesso! 
Agora o vídeo mov tem som no Cinelerra.
A imagem mantém o pequeno atraso em relação 
ao som que eu já tinha comentado antes.
O efeito colateral é que ao desinstalar o gstreamer o 
Reprodutor de filmes não reconhece 
mais os arquivos mov e MTS.
Porém o VLC os toca normalmente. 
 
Aqui no blog acabo de postar um artigo explicando
como acabar com o atraso do áudio em relação
ao vídeo.
Para ler o artigo clique aqui.
 

  

Resultado dos testes de distros linux para edição de vídeo - julho de 2012

Até aqui o Cinelerra não roda arquivos MTS. É preciso converte-los para mov para poder editar.
Os testes levaram em conta os arquivos MTS (nativos da filmadora Panasonic AVCHD) e mov (arquivos MTS convertidos pelo programa Winff). 
Os testes foram feitos no modo LIVE dos DVDs:

- JuntaDados

No Cinelerra os arquivos mov rodam com alguns saltos, mas com som.
No VLC os arquivos mov e MTS rodam com som e imagem com saltos


- Ubuntu Studio 12.04

Não possui VLC = é preciso instalar.
No Movie Player é preciso instalar um plugin.
Não tem Cinelerra = é preciso instalar.
No Openshot = toca perfeito os arquivos mov.


- Ubuntu 12.04

Veja a análise do Ubuntu 12.04 clicando aqui.


- ArtistX 1.2

No VLC = toca normalmente arquivos MTS e mov.
Cinelerra = arquivos mov lentos e sem som (testar instalar ArtistX para ver se resolve o problema).
Openshot = MTS e mov rodam normalmente.
Kdenlive = MTS e mov rodam normalmente.


- AV Linux

O Xine toca MTS e mov - mas a tela fica grande.
Cinelerra = mov com som e pequeno atraso na imagem (pode ser que instalando resolva)
VLC = não tem.
Openshot = MTS toca normalmente.
Kdenlive = MTS toca normalmente.
Winff = já regulado para exportar em HDV.
É preciso ver como instalar o VLC (que é um ótimo player) e como colocar o AV Linux em português.


- Linux Estúdio EC - versão 1.0

Nós montamos esse linux no site do Suse Studio, baseado no Open Suse.
Ele já está em português.
O Cinelerra toca os arquivos mov com o mínimo de atraso entre o áudio e vídeo. Como o teste foi feito com o DVD Live pode ser que ao instalar resolva esse atraso.
Kdenlive = mov e MTS tocam normalmente.
Openshot = mov e MTS tocam normalmente (tocando LIVE só abriu a janela de importação 1x. Ver instalar + atualização).
Ainda falta ver como entrar na internet pelo modem 3G.

Conclusão - as melhores distros testadas para editar AVCHD foram Linux Estudio EC 1.0 e AV Linux.
O melhor resultado foi obtido no Ubuntu 12.04 configurado de acordo com nossas necessidades. Veja como fizemos isso clicando aqui.