Como instalar o Cinelerra no Ubuntu

O Cinelerra é o editor de vídeo profissional para linux Ubuntu.
Para instalar a maioria dos programas no Ubuntu basta usar a Central de Programas.
Como o Cinelerra não está nos repositórios oficiais do Ubuntu você precisará instala-lo pelo terminal:

1 - abra o terminal:
2 - digite (ou copie e cole) cada frase abaixo, uma por uma, no terminal - e clique em Enter.


sudo add-apt-repository ppa:cinelerra-ppa/ppa

sudo apt-get update



sudo apt-get install cinelerra-cv


Importante - quando você digitar a primeira frase no terminal e clicar em Enter o terminal vai pedir sua senha. Digite sua senha e dê enter de novo.
Quando você digitar sua senha no terminal nada vai aparecer escrito - nem asteriscos nem nada. Fique tranquilo = isso é normal.

Após instalar o Cinelerra digite cinelerra no terminal e dê enter.
O programa abrirá automaticamente - e já deverá estar na lista de programas do seu PC.



Edição de vídeo profissional no Ubuntu 12.10

Para usar o Ubuntu 12.10 para edição de vídeo profissional faça assim:

- baixe a imagem ISO no site do Ubuntu
- instale o Ubuntu no seu computador
- atualize o idioma
- atualize os programas
- reiniciei o computador


Agora vamos instalar os programas que você vai precisar:

- Winff - conversor de vídeo
- Openshot - editor de vídeo
- VLC - player que toca qualquer tipo de arquivo de áudio e vídeo
- K3b - o melhor gravador de CD e DVD do linux
- Audacity - editor de áudio
- Blender - animação 3D e efeitos especiais
- Inkscape - programa de desenho vetorial profissional (para arte final)
- Gimp - editor de fotos profissional
- DVD Styler - para autoração de DVDs
- Kdenlive - editor de vídeo
- Xine - player de áudio e vídeo
- Synaptic - com ele você vai poder instalar os programas que quiser no seu linux depois que o tiver instalado
- Ubuntu restricted extras - com vários plugins e codecs
- Arista transcorder – conversor
- Codificador de vídeos Trasnmageddon
- LMMS - Linux Multimedia Studio - se você pretende trabalhar com samplers

- cinelerra: use o terminal para instalar.
Copie e cole cada linha abaixo no terminal e dê enter.
Na primeira linha o terminal vai lhe pedir a senha.

sudo add-apt-repository ppa:cinelerra-ppa/ppa
sudo apt-get update
sudo apt-get install cinelerra


Atualize o ffmpeg:

sudo add-apt-repository ppa:jon-severinsson/ffmpeg
sudo apt-get update
sudo apt-get upgrade
sudo apt-get install ffmpeg


Os pacotes abaixo serão instalados automaticamente junto com os programas acima. Essa é mais uma vantagem do Ubuntu: você escolhe os programas que quer e ele automaticamente instala todos os pacotes que você precisa:
- Extra plugins Gstreamer
- Gstreamer plugin de vídeo ffmpeg
- plugin Gstreamer para mms, quicktimer, etc
- plugin GStreamer para xvid, etc
- multimedia player server, encorder e transcorder ffmpeg

 Atenção - não instale no Ubuntu 12.10 o pacote de plugins para a placa de vídeo n-vidia. Caso contrário ao reiniciar o computador você não verá mais nenhum ícone no desktop - só o papel de parede.



Passos da edição de um vídeo em chroma no Cinelerra

Antes de começar a editar chroma-key no Cinelerra certifique-se que o seu Ubuntu está com todos os programas necessários:

http://edicaodevideocomlinux.blogspot.com.br/2012/07/edicao-de-video-avchd-no-ubuntu-1204.html


Ajuste o Cinelerra para editar em Full HD:

http://edicaodevideocomlinux.blogspot.com.br/2012/08/ajustando-o-cinelerra-para-editar-avchd.html


 Passo da edição usados para a série Joca e Clarinha 2012


  -->
1 – nomear as tomadas

2 – adicionar na pasta episódios a abertura + créditos finais (ficará disponível para todos os episódios)

3 – escolher as tomadas que serão usadas

4 – Pasta tomadas escolhidas = adicionar ilustrações e cenários

5 – Winff = converter tomadas MTS em mov

6 – edição no Cinelerra

  • abertura
  • título
  • edição de imagens = corte
  • inserts = animações e ilustrações
  • créditos finais
  • chroma
  • correção de cor
  • cenários + desfoque
  • balcões + desfoque
  • transições entre tomadas (se necessário)
  • tratamento do áudio no Audacity (se necessário)
  • dobrar pista da voz *
  • revisão da edição até aqui = chroma + posição do balcão

  • lista da duração dos episódios editados
  • criação dos extras (Jogo do Joca, etc)
  • roteiros dos extras
  • filmagem
  • edição – para cada episódio chegar aos 12 min

  • compor sonoplastia
  • passar para o PC2
  • passar para o pen-drive + lap top 2
  • adicionar sonoplastia
  • fazer lista de duração dos episódios
  • fazer versão menor dos créditos finais


7 – revisão

  • conferir duração do episódio
  • se necessário = mudar créditos finais
  • conferir tela título
  • conferir balcões
  • conferir cenários
  • conferir 2 frames antes de mudar cada cena
  • conferir chroma
  • conferir se as pistas de áudio estão duplicadas corretamente
  • voz e música = colocar – 0,9
  • verificar se voz e música estão estourando
  • ligar todas as pistas

8 – Exportar

  • renderizar áudio e vídeo (exportar separado)
  • terminal = juntar áudio e vídeo e exportar m2t

9 – Controle de qualidade

  • ligar laptop na TV e assistir todos os episódios (HDMI)
  • anotar possíveis erros
  • acertar a edição
  • exportar audio e video separado
  • juntar áudio e vídeo no terminar
  • conferir na TV
  • passar arquivos m2v + wav (exportados pelo Cinelerra) para o HD externo
  • apagar arquivos m2v + wav do laptop


10 – autoração do DVD

  • escolher 4 episódios
  • autorar o DVD
  • arte da etiqueta
  • arte da capa
  • gravar DVD
  • impressão da etiqueta
  • impressão da capa


Notas:

  • título do episódio = 4 segundos por cima da Abertura
  • da Abertura para a primeira fala do personagem = 1 segundo para dar tempo de colocar a transição
  • de uma tomada para outra = de 10 a 14 quadros de espaço (5 a 7 quadros no fim de uma, e 5 a 7 quadros no começo da outra) - como num bate-papo entre os 2. conforme o caso podem ser até 10 quadros no fim de uma e mais 10 no início da outra - quando é um assunto que precisa de mais atenção para entendimento (ou seja: quando eles estão explicando algo)
  • o Cinelerra está contando segundos e quadros agora
  • animação de Maria andando em casa:
    - duração de cada ilustração = 1 segundo (sem transição)
  • para fazer animação em cima da voz = nesse caso colocaremos os desenhos em cima do áudio da voz para fazer a animação. Delete a pista de vídeo (que só mostra a tela verde) para fazer a animação. Caso contrário o Cinelerra ficará pesado e você errará a dublagem
  • * dobrar pista da voz = a filmadora gravou a série com um só canal de som. Com isso no Cinelerra uma pista de áudio fica muda. Para resolver isso:
    - crie uma nova pista de áudio
    - desarme todas as pistas (clicando no botão vermelho de gravação) – menos a
    pista 1 onde está o áudio das falas
    - selecione e copie a pista 1
    - desarme a pista 1 + arme a pista 3 + cole a cópia da pista 1
    - apague o trecho da música da abertura da pista 3
    - mova a abertura da pista 2 para a pista 3
    - apague o trecho da música dos créditos finais da pista 3
    - mova a música dos créditos para a pista 3
    - ajuste a pista 3 para ficar no canal direito do som
    - ajuste a altura do som (no lado esquerdo da pista) até eliminar saturações de
    áudio = até as linhas do gráfico do som saírem do vermelho
    (episódio 2 = usei 0.00)

Ajustando o Cinelerra para editar AVCHD

Para editar AVCHD no Cinelerra você precisará fazer alguns ajustes.


1 - Formato

- na linha do tempo clique em Configurações e depois em formato
- para editar vídeos em 1920x1080 30p faça as seguintes opções:



 Depois clique em Aplicar para que as configurações passem a valer.
O Cinelerra memoriza suas opções. Isso quer dizer que na próxima vez que você abrir o Cinelerra ele apresentará essas opções sem que você precise programar tudo de novo - o que facilita muito pra você editar vários vídeos em 1080 30p.


2 - Preferências

 - na linha do tempo clique em Configurações e depois em Preferências
- por padrão a Reprodução a Saída de Áudio do Cinelerra vem programada em 16384.
Essa é a razão da defasagem entre o som e a imagem nos vídeos convertidos de MTS para mov.
Mude a opção Tamanho do buffer para 2048. Depois clique em Enter - e a opção já está valendo.
Isso acaba com a defasagem e torna mais fácil editar.


OBSERVAÇÃO IMPORTANTE

Note que no quadro acima, na seção SAÍDA DE VÍDEO que o primeiro quadrinho está desmarcado = Reproduzir todos os quadros.
Ás vezes essa opção vem marcada = e isso causa atraso entre áudio e vídeo.
O VÍDEO FICA EM CÂMERA LENTA.
Para resolver o problema = desmarque a opção!


3 - Acionando o gerador de quadros

Esse é um ajuste que você só vai fazer na primeira vez que usar o Cinelerra.
O ajuste será memorizado pelo programa.
É importante acionar "gerar quadros-chave enquanto se modifica" para que o programa memorize sua edição.
Clique uma vez no botão mostrado abaixo:



Essas dicas foram usadas no Ubuntu 12.04 devidamente atualizado e com programas instalados especialmente para edição de áudio e vídeo. Veja como fazer isso com o seu Ubuntu nesse artigo:
http://edicaodevideocomlinux.blogspot.com.br/2012/07/edicao-de-video-avchd-no-ubuntu-1204.html

Seja linux! Seja livre!





Edição de vídeo AVCHD no Ubuntu 12.04

A melhor opção para editar AVCHD em linux continua sendo o Ubuntu.
Instalamos a versão 12.04 + programas, pacotes e codecs necessários.
Quer dizer: configuramos o Ubuntu do nosso jeito. Abaixo faço uma lista do que foi instalado no Ubuntu 12.04.
O resultado foi muito bom!

- o Reprodutor de filmes tocou normalmente os arquivos MTS (nativos da filmadora Panasonic em AVCHD) e também os arquivos mov (arquivos MTS que foram convertidos para mov pelo Winff)

- o VLC também tocou os arquivos MTS e mov normalmente

- o Openshot tocou os 2 arquivos normalmente. Porém essa versão do Openshot tem um problema: você adiciona os arquivos para edição (quantos quiser) apenas uma vez. Depois o Openshot não aceita novos arquivos.
Esse problema está acontecendo na versão 1.4.0. Na versão 1.4.1 o Openshot já resolveu o problema. Entretanto no repositório oficial do Ubuntu você só consegue instalar a versão 1.4.0.

- O kdenlive tocou os 2 arquivos (MTS e mov) normalmente. Será necessário adicionar o plugin HDV para renderizar em HDV. Para tanto vá em opções, selecione a opção perfis de renderização e selecione o plugin DNxHD para instalação.

- o Cinelerra tocou o arquivo mov. A imagem não engasgou e o som tocou normalmente. Há uma pequena falta de sincronia entre som e imagem - mas foi o melhor resultado obtido até aqui.

Agora vou listar todos os programas e pacotes que foram instalados no Ubuntu 12.04.

- primeiro instalamos o Ubuntu 12.04 do CD Live
- atualizamos a linguagem (Português brasileiro)
- atualizamos o sistema baixando todos os pacotes sugeridos

Depois utilizando a Central de Programa do Ubuntu instalamos os seguintes programas, pacotes e codecs:

- Winff - conversor de vídeo
- Openshot - editor de vídeo
- VLC - player que toca qualquer tipo de arquivo de áudio e vídeo
- K3b - o melhor gravador de CD e DVD do linux
- Audacity - editor de áudio
- Inkscape - programa de desenho vetorial profissional (para arte final)
- Gimp - editor de fotos profissional
- Blender - animação 3D
- DVD Styler - para autoração de DVDs
- Pindgin - para conversar na net (msn, yahoo, etc)
- Kino - editor de vídeo. Excelente para capturar imagens da sua filmadora ainda com fita mini-dv.
- Kdenlive - editor de vídeo
- Xine - player de áudio e vídeo
- Sinaptic - com ele você vai poder instalar os programas que quiser no seu linux depois que o tiver instalado
- Ubuntu restricted extras - com vários plugins e codecs
- Extra plugins Gstreamer
- Gstreamer plugin de vídeo ffmpeg
- plugin Gstreamer para mms, quicktimer, etc
- plugin GStreamer para xvid, etc
- drivers Nvidia - última versão
- multimedia player server, encorder e transcorder ffmpeg
- Codificador de vídeos Trasnmageddon

O Cinelerra - editor profissional de vídeo - foi instalado via terminal seguindo uma videoaula encontrada no youtube.

Observação - em agosto/2012 começamos a editar com essa configuração acima.
Surgiu um problema: o Winff convertia os vídeos de MTS para mov - mas quando importávamos o vídeo mov no cinelerra o mesmo se aprsentava com 3 pistas de áudio, sem som e com vídeo engasgando.
Como no AVLinux e no JuntaDados não tivemos esse problema com o Winff concluímos que faltavam plugins para ele no Ubuntu 12.04.
Primeiro instalamos o Synaptic usando a Central de Programas do Ubuntu.
Depois abrimos o Synaptic e digitamos ffmpeg plugins. Então procedemos a instalação e ficou assim:






Mesmo assim o vídeo convertido pelo winff continuava com problemas.
Então abri o terminal e usei essas linhas de comando encontradas em minhas pesquisas na internet:


sudo add-apt-repository ppa:jon-severinsson/ffmpeg
sudo apt-get update
sudo apt-get upgrade
sudo apt-get install ffmpeg
 
Exportamos o vídeo MTS pelo Winff de novo e obtivemos 
um vídeo mov.
Abrimos o vídeo mov no Cinelerra = sucesso! 
Agora o vídeo mov tem som no Cinelerra.
A imagem mantém o pequeno atraso em relação 
ao som que eu já tinha comentado antes.
O efeito colateral é que ao desinstalar o gstreamer o 
Reprodutor de filmes não reconhece 
mais os arquivos mov e MTS.
Porém o VLC os toca normalmente. 
 
Aqui no blog acabo de postar um artigo explicando
como acabar com o atraso do áudio em relação
ao vídeo.
Para ler o artigo clique aqui.
 

  

Resultado dos testes de distros linux para edição de vídeo - julho de 2012

Até aqui o Cinelerra não roda arquivos MTS. É preciso converte-los para mov para poder editar.
Os testes levaram em conta os arquivos MTS (nativos da filmadora Panasonic AVCHD) e mov (arquivos MTS convertidos pelo programa Winff). 
Os testes foram feitos no modo LIVE dos DVDs:

- JuntaDados

No Cinelerra os arquivos mov rodam com alguns saltos, mas com som.
No VLC os arquivos mov e MTS rodam com som e imagem com saltos


- Ubuntu Studio 12.04

Não possui VLC = é preciso instalar.
No Movie Player é preciso instalar um plugin.
Não tem Cinelerra = é preciso instalar.
No Openshot = toca perfeito os arquivos mov.


- Ubuntu 12.04

Veja a análise do Ubuntu 12.04 clicando aqui.


- ArtistX 1.2

No VLC = toca normalmente arquivos MTS e mov.
Cinelerra = arquivos mov lentos e sem som (testar instalar ArtistX para ver se resolve o problema).
Openshot = MTS e mov rodam normalmente.
Kdenlive = MTS e mov rodam normalmente.


- AV Linux

O Xine toca MTS e mov - mas a tela fica grande.
Cinelerra = mov com som e pequeno atraso na imagem (pode ser que instalando resolva)
VLC = não tem.
Openshot = MTS toca normalmente.
Kdenlive = MTS toca normalmente.
Winff = já regulado para exportar em HDV.
É preciso ver como instalar o VLC (que é um ótimo player) e como colocar o AV Linux em português.


- Linux Estúdio EC - versão 1.0

Nós montamos esse linux no site do Suse Studio, baseado no Open Suse.
Ele já está em português.
O Cinelerra toca os arquivos mov com o mínimo de atraso entre o áudio e vídeo. Como o teste foi feito com o DVD Live pode ser que ao instalar resolva esse atraso.
Kdenlive = mov e MTS tocam normalmente.
Openshot = mov e MTS tocam normalmente (tocando LIVE só abriu a janela de importação 1x. Ver instalar + atualização).
Ainda falta ver como entrar na internet pelo modem 3G.

Conclusão - as melhores distros testadas para editar AVCHD foram Linux Estudio EC 1.0 e AV Linux.
O melhor resultado foi obtido no Ubuntu 12.04 configurado de acordo com nossas necessidades. Veja como fizemos isso clicando aqui.
 

Juntando arquivos de vídeo e áudio no DVD Styler

O caminho que eu descobri para autorar um DVD pelo linux passa por esse roteiro:
  • editar os vídeos no Cinelerra
  • exportar separadamente arquivos de vídeo e áudio (m2v e wav)
  • juntar esses arquivos no winff (multiplexar) = arquivo m2t

Porém o DVD Styler – programa de autoração de DVD – não reconhece os arquivos m2t.
Daí será preciso usar o ffmpeg para converter os arquivos para Avi, por exemplo.

A boa notícia é: o DVD Styler reconhece os arquivos m2v.
E ele também junta automaticamente os arquivos de áudio e vídeo.
Assim nosso roteiro para autoração de DVD muda para:

  • editar os vídeos no Cinelerra
  • exportar separadamente os arquivos de vídeo (m2v) e áudio (ac3 – porque o DVD Styler não reconhece o wav)
  • abrir o DVD Styler e criar novo projeto (12:9)
  • importar o vídeo m2v
  • importar o áudio ac3
Automaticamente o DVD Styler vai juntar os 2 arquivos.
Daí você autora normalmente o DVD.

Como converter vídeos HDV no Winff

Esse tutorial é para quem usa Ubuntu ou uma distribuição linux baseada no Ubuntu:

- instale o Winff - que é a versão gráfica do conversor ffmpeg.
Para isso use a Central de Programas ou o Synaptic

- no Synaptic instale o transmageddon. Ele vem com vários codecs, inclusive o DNxHD - para vídeos em HDV e AVCHD

- abra o Winff

- clique na parte de cima do programa em editar - presets






- complete a tela Editar Presets com os seguintes dados:



  • Preset Name = hdeditdnxhd
  • Etiqueta do Preset = DNxHD
  • Preset Label = -vcodec dnxhd -b 185M -s 1920x1080 -acodec pcm_s16be
  • Output File = mov
  • Category = HD Editing
- Depois clique em Adi/Actualizar e em Gravar

Pronto! Agora você pode converter AVCHD 1920x1080 30p em um arquivo mov - que pode ser editado pelo Cinelerra.

Nota - antes de converter o vídeo no Ubuntu 12.04 você vai precisar atualizar os repositórios. Veja como na segunda metade do artigo:
http://edicaodevideoprofissionalcomubuntu.blogspot.com.br/2012/07/edicao-de-video-avchd-no-ubuntu-1204.html

- Observação - no Ubuntu 14.04 os vídeos convertidos com o Winff dessa forma apresentaram problemas: ficaram sem som e com um tipo de arquivo mov que fazia o Cinelerra travar.
Primeiro atualizei o ffmpeg como consta no final deste tutorial:
http://edicaodevideoprofissionalcomubuntu.blogspot.com.br/2012/11/edicao-de-video-profissional-no-ubuntu.html

Então testei novamente a conversão do arquivo no Winff.
Depois abri o cinelerra e importei o arquivo = Sucesso! O vídeo está com som e o Cinelerra aceitou o vídeo normalmente.

- Observação 2 - se atualizar o ffmpeg não tivesse dado certo eu recorreria à este outro tutorial = com dicas sobre o ffmep no final do tutorial:
http://edicaodevideoprofissionalcomubuntu.blogspot.com.br/2012/07/edicao-de-video-avchd-no-ubuntu-1204.html



Como converter AVCHD para DVD

Como colocar seus vídeos AVCHD num DVD usando linux?
Fizemos vários testes usando todas as possibilidades dos programas Cinelerra, Openshot e Kdenlive.
Inicialmente editamos um vídeo AVCHD no Cinelerra. Para isso:

- usando o Winff convertemos os arquivos MTS da filmadora para arquivos mov
- editamos os arquivos mov no Cinelerra
- exportamos do Cinelerra 2 arquivos separados: wav para audio e m2v para vídeo
- usando o ffmeg multiplexamos os 2 arquivos = arquivo m2t
Veja nesse blog um artigo completo sobre esse procedimento acima:
http://edicaodevideoprofissionalcomubuntu.blogspot.com.br/2012/03/como-editar-videos-avchd-no-cinelerra.html
Então passamos a testar esse arquivo m2t (que esta em alta definição, em 1920x1080, gravado em 30p) em vários programas (Cinelerra, Openshot e Kdenlive), exportando em vários formatos diferentes (todos em 1920x1080 30p).
O programa de autoração de DVDs (DVD Styler) não reconhece arquivos m2t. Assim usando o ffmepg convertemos o arquivo m2t para mov.
(uma boa opção na hora de juntar áudio e vídeo no ffmpeg é já exportar para o formato mov).

Conclusões:

- o melhor vídeo de todos é o original em m2t = alta definição (1980x1080)

  • DVD com vídeo em 1920x1080 30p no blu-ray exibido numa TV full HD = a imagem ficou em tela cheia, com ótima qualidade (e isso que as imagens foram convertidas para vob)
  • quando os vídeos 1080 30p forem autorados em blu-ray a imagem na TV ful HD vai melhorar ainda mais



Como editar vídeos AVCHD no Cinelerra

O tutorial abaixo foi escrito para uma tomada AVCHD formato MTS, filmada em 1920x1080 30p.

Para editar AVCHD no Cinelerra faça assim:

  • no Winff (da versão 1.3.2 em diante) converta o vídeo MTS para 1920x1080 DNxHD. Você terá um arquivo mov
  • Cinelerra – altere as configurações de entrada para 1920x1080 sem entrelaçamento
  • importe o arquivo no Cinelerra e edite
  • exporte no Cinelerra o vídeo e o áudio separadamente.
    O vídeo será exportado em YUV4Mpeg (resultado = arquivo m2v)
    O áudio será exportado em WAV Microsoft (resultado = arquivo wav)
  • será preciso ter o ffmpeg instalado para unir (multiplexar) os 2 arquivos.
    Abra o terminal.

Pesquisando na internet achei essa linha de comando genérica:

ffmpeg -i arquivodevideo.m2v -i arquivodeaudio.wav -sameq -acodec mp2 -ab 384k -ar 48000 -ac 2 arquivofinal.m2t

( Veja = ffmpeg -i arquivodevideo.m2v -i arquivodeaudio.wav -sameq -acodec mp2 -ab 384k -ar 48000 -ac 2 arquivofinal.m2t

Você vai precisar substituir os nomes arquivodevideo – arquivodeaudio – arquivofinal pelos nomes dos seus arquivos (por exemplo: episodio1).
Eu substitui por 1 – que era o nome dos meus arquivos de teste.
Os arquivos estavam hospedados na pasta pessoal.
Pensei que teria que colocar no nome dos arquivos o nome das pastas – mas não foi preciso.

Abri o terminal, coloquei a linha abaixo, dei enter – e o ffmpeg começou a juntar os arquivos de áudio e vídeo:

ffmpeg -i 1.m2v -i 1.wav -sameq -acodec mp2 -ab 384k -ar 48000 -ac 2 1.m2t

_________________________________________________________

Nota para o Ubuntu 14.04 (feita em outubro de 2014)

O ffmpeg extinguiu o recurso sameq que vemos na linha de código acima.
Agora precisamos usar qscale no lugar de sameq.
O sameq vai da qualidad 1 até 31 - sendo 1 a qualidade máxima e 31 a qualidade mínima do video.
Usando uma sugestão achada na internet fiz teste com o parâmetro 0 do qscale e consegui a mesma qualidade do 1.
A linha de código para juntar áudio e video - e converter em m2t - ficou assim:

ffmpeg -i 1.m2v -i 1.wav -qscale 0 -acodec mp2 -ab 384k -ar 48000 -ac 2 1.m2t
_________________________________________________________

O resultado foi um arquivo em m2t 1920x1080 com áudio e vídeo unidos.


Observação – quando copiei os arquivos e os coloquei dentro da pasta estúdio em Documentos, o ffmpeg não achou os arquivos.

Conclusão – é preciso sim indicar corretamente onde estão os arquivos na linha de comando acima para que o ffmpeg possa atuar.


Nota – usando essa mesma linha de código substitui a extensão final do arquivo multiplexado de m2t para mp4 = deu certo. O ffmpeg produziu um arquivo mp4.
Fiz o mesmo substituindo por avi = o ffmeg produziu um arquivo avi.

Conclusão – você pode usar o ffmpeg para converter a imagem para vários formatos diferentes de arquivo na hora de multiplexar áudio e vídeo.

Importante: nessa configuração os vídeos devem estar em 1920x1080. E as fotos de fundo (se for o caso de fazer chroma) também devem ter o mesmo tamanho.

___________________________________________________

Nesse site mais informações sobre ediçao h.264 no Cinelerra:

https://n1njahacks.wordpress.com/2013/03/11/exporting-h-264-from-cinelerra/


 

Edição de vídeo em Full HD no linux Ubuntu


Edição de vídeo em Full HD no linux Ubuntu


Para editar vídeos em Full HD (1920 x 1080) filmados em AVCHD em arquivos MTS no linux você tem 3 possibilidades:

  • Cinelerra - o programa profissional de edição de vídeo do linux.
    Possui vários recursos de edição. Será preciso converter arquivos AVHD para editar.
    Veja o tutorial “Como editar vídeos AVCHD no Cinelerra - juntando áudio e vídeo no final”.
    Resultado: vídeos em Full HD em alta definição.
    Nota: o chroma em Full HD editado no Cinelerra fica perfeito!

  • Openshot – um editor de vídeo com muitos recursos e possibilidades.
    Possui vários recursos de edição. Aceita arquivos AVCHD sem conversão.
    Resultado: vídeos em Full HD em alta definição e exportados já com qualidade para blu-ray.

  • Kdenlive – semelhante ao Openshot ele também tem muitos recursos e possibilidades.
    Aceita arquivos AVCHD sem conversão e exporta em FullHD.


Fizemos testes editando o mesmo vídeo nos 3 programas.
Em termos de definição chegamos à seguinte conclusão: o Cinelerra apresenta maior definição de imagem, seguido do Openshot e do Kdenlive. Porém a diferença entre a definição dos 3 é mínima.
Ou seja: você pode editar com qualquer um dos 3 programas, e obterá excelentes resultados.

Os testes foram feitos usando os programas que foram instalados no Ubuntu 10.10.
Também repetimos os testes no AV Linux5.0.3 – versão lançada em março de 2012.

Agora você já pode editar Full HD no linux!
Boa edição.

Chroma Key perfeito no Cinelerra linux

Esse artigo vai explicar como obter um chroma key perfeito editando vídeos profissionais em alta definição no linux.
Você pode fazer chroma profissional no linux usando uma dessas distros:
  • Ubuntu
  • AV Linux5.0.3
  • Junta Dados (distro brasileira)

Para fazer chroma em alta definição Full HD (1920 x 1080) com vídeos AVCHD você vai precisar dos seguintes programas:

  • Cinelerra
  • Winff
  • ffmpeg

A iluminação usada para chroma você encontra aqui:

Para saber mais sobre o computador e a filmadora usados nos testes de edição veja esse artigo:

http://edicaodevideocomlinux.blogspot.com.br/2012/01/como-editar-avchd-no-linux.html


Veja o tutorial “Como editar vídeos AVCHD no Cinelerra - juntando áudio e vídeo no final”:

E agora veja o resultado:


Como editar AVCHD no linux

Você pode editar HDV e AVCHD no linux!

Para isso você precisa de 3 coisas: distribuição linux, programas e computador.


1 - Linux para HDV

Já existem mais de 500 distribuições linux diferentes.
Editamos HDV e AVCHD no Ubuntu, AVLinux e ArtistX.
Nós testamos a edição de vídeo nessas 3 distribuições. Você pode escolher uma delas. Ou outra distro que comporte os programas abaixo.


2 - Programas linux para editar HDV e AVCHD

Aqui vão dicas de programas linux para editar AVCHD:

- Openshot - indico a versão 1.4, na qual fizemos os testes abaixo.
A edição em HDV foi feita diretamente no Openshot 1.4 usando a suíte AVLinux.
Para o teste usamos o AVLinux 5.0.2. Baixamos o AVLinux, gravamos o DVD e usamos o programa LIVE. Ou seja: nem instalamos o AVLinux. Apenas colocamos o DVD no laptop e reiniciamos o sistema. Daí pra frente o laptop começou a usar o AVLinux direto do DVD, sem alterar nada do nosso sistema.

No primeiro teste editamos a imagem em MTS (do jeito que ela foi capturada na filmadora HDV) no Openshot e exportamos para blu-ray:


No segundo teste editamos a imagem MTS no Openshot e exportamos em avi:


A imagem e o som no Openshot rodou redondo permitindo a edição. A exportação para blu-ray demorou um pouco mais do que o avi. Também pudera: o arquivo para blu-ray é quase 10 vezes maior que o avi.
Para editar AVCHD no Openshot não foi preciso converter nenhum arquivo. A edição em HDV foi feita diretamente no Openshot. Mas há um segredo para funcionar que eu explico no final deste artigo. Veja a parte 3 = Computador.


- Kdenlive - editamos a imagem AVCHD no kdenlive.
Para isso continuamos a usar a suíte AVLinux 5.0.2 no modo LIVE (direto do DVD, sem instalar nada).
O Kdenlive rodou bem a imagem e o som em MTS pemitindo a edição. Exportamos do Kdenlive para mpeg2:



Para editar AVCHD no Openshot não foi preciso converter nenhum arquivo. A edição em HDV foi feita diretamente no Openshot. Mas há um segredo para funcionar que eu explico no final deste artigo. Veja a parte 3 = Computador.


- Cinelerra - para editar AVCHD no Cinelerra ainda é preciso converter o arquivo. O Cinelerra ainda não aceita imagem em HDV.
Por isso será preciso você converter o arquivo HDV no Winff antes de editar no Cinelerra.
Nos testes que fizemos quando se converte AVCHD em DV - que é um dos formatos aceitos pelo Cinelerra - a imagem fica esticada. No Winff só conseguimos converter para DV fullscreen. Veja:

Foto da captura em AVCHD (MTS)



Foto da conversão de MTS para DV


Depois da edição no Cinelerra convertemos a imagem DV para AVI windescreen. Ela voltou ao formato original:


Foto da conversão de DV para AVI windwscreen


Gosto muito do Cinelerra que é o programa profissional de edição de vídeo para linux. Mas por causa das conversões achei que houve perda de definição na imagem. Acredito que em breve o pessoal que desenvolve o Cinelerra vai resolver esse problema. E poderemos editar AVCHD e HDV direto no Cinelerra, sem precisar de conversão.

Sempre soube que o Openshot seria um grande programa de edição de vídeo desde o seu lançamento, quando ele ainda era instável. Hoje o programa é muito estável e edita em HDV direto, sem conversão e sem mágica. Mas há um segredo. Veja:


3 - Computador
 
O SEGREDO PARA EDITAR HDV em linux

Você pode editar vídeo no linux usando praticamente qualquer tipo de computador. Se o seu computador tiver uns 5 anos, já tiver um processador Pentium (nem precisa ser dual core), e tiver uns 80 gigas de HD e uns 2 gigas de memória ram você já edita vídeo no linux.

Porém para editar HDV no linux você vai precisar de um equipamento mais moderno. Os testes acima foram feitos em 2 computadores:

- um computador pentium com 5 anos de uso



- um laptop CCE T546L com processador i5, placa de vídeo Intel Graphic Media Accelerator HD, 4 gigas de memória ram e 640 gigas de HD.




Resultado:

- no computador Pentium de 5 anos = a edição não funcionou
- no laptop CCE = a edição em AVCHD no linux deu certo (veja os vídeos dos testes acima).

Tanto no computador Pentium como no laptop CCE eu usei a suíte AVLinux e os mesmos programas (Openshot e Kdenlive).
No computador de 5 anos a imagem AVCHD no Openshot fica pulando e o áudio engasga. No laptop a imagem e o som correm tranquilo. (e isso que eu nem instalei o AVLInux - só rodei ele Live...)


Conclusão - Linux edita HDV e AVCHD!
Você pode editar HDV usando Ubuntu, AVLinux ou ArtistX.
Use as versões mais novas do Openshot e Kdenlive que você puder encontrar. Recomendo as suítes AVLinux (que é indicada pelo programador do Openshot) e o ArtistX (que é uma suíte com os principais programas linux baseada no Ubuntu).
Lembre-se que editar HDV exige mais recursos do computador. Mesmo assim linux exige muito menos que windows. Com o linux você consegue editar vídeo HDV até mesmo num laptop.

Boa edição!