Como fazer chroma: a Teoria dos tons de cinza

Na busca da iluminação perfeita para o chroma nossa diretora de elenco, Miléni Lúcia, desenvolveu a teoria dos tons de cinza.
Em nossos testes ficou claro que a iluminação da tela verde não pode ser forte demais. Caso contrário a tela refletirá luz verde no ator - o que dificultará o recorte do chroma na edição.
Vale lembrar que mesmo com o ator a 1,5m de distância da tela - ou mais - se a luz refletida da tela for muito forte haverá problemas no recorte.
Tons claros na roupa dos atores reagem mal ao chroma. Eles refletem facilmente a luz verde da tela - e dificultam o corte.
Mas como saber a cor ideal para as roupas dos atores? Nem todo personagem ou ator pode usar roupas pretas.
É aí que entra a Teoria dos tons de cinza.
Cinza é uma cor que está entre o branco e o preto. Quanto mais de cinza para preto for a roupa do ator melhor será o resultado do chroma. Quanto mais de cinza para branco pior será o resultado.
Mas calma: isso não quer dizer que seu ator só vai poder usar roupas cinzas.
O que você precisa é converter as cores para cinza, para aplicar a Teoria. Veja como: essa é uma foto de uma filmagem nossa.


Quando aplicamos o chroma veja o resultado:


Observe que o melhor resultado do efeito acontece na cabeça da boneca do lado esquerdo. Ela usa um lenço preto, que deu bom efeito de recorte. O vestido dela é mais claro - e então o recorte já não ficou tão bom.
No boneco do lado direito temos a roupa e o rosto claros. Isso atrapalhou o efeito chroma por causa do reflexo do verde da tela. O cabelo do boneco é preto - mas todo solto, cheio de pontas. Recomendamos cabelos com o mínimo de cachos ou fios soltos possível. Fica mais fácil de fazer corte.

Agora veja essa imagem em preto e branco (usamos o programa GIMP para fazer esse efeito na foto):


Sem a distração das cores você pode ver que:
- a cor da roupa da boneca da esquerda se aproxima muito do tom do fundo
- a borda da roupa do boneco da direita está refletindo a luz do fundo (especialmente na barriga)
- a cabeça do boneco da direita "vaza" a cor do fundo

Assim o chroma ficou melhor exatamente no lenço do preto da boneca da direita (que por sinal é uma freira). O lenço é cinza chumbo (tendendo para o preto).

Com a prática você poderá aplicar a Teoria dos tons de cinza sem nem precisar usar o recurso de foto: só de olhar para a roupa do ator você já fará a conversão.
Os melhores resultados são obtidos do tom médio para o escuro, cores firmes, tecidos que não apresentem transparência.

Não se esqueça: não ilumine demais o verde da tela. Eu digo brincando que 1 lux é suficiente pra esse verde ofuscar a filmadora. A Miléni sempre diz que esse verde é tão vivo que parece ter luz própria (nem precisa de iluminação).

Bom chroma!

Entre para o grupo ArtistX e receba gratuitamente notícias sobre Edição de vídeo no linux:

Assinar artistx


Desenvolvido por br.groups.yahoo.com

2 comentários:

  1. Olá Emílio Carlos!!! :-) Legal compartilhar suas experiências conosco. Estou aproveitando muito as suas dicas. Queria só fazer uma correção no texto. (Errinho bobo de português, nada importante, mas creio que valha a pena corrigir para passar mais credibilidade aos seus leitores).

    Na frase: "Vale lembrar que mesmo com o ator a 1,5m de distância da tela - ou mais - se a luz refletida da ela for muito forte haverão problemas no recorte." o correto é:

    ...ela for muito forte HAVERÁ problemas no recorte. (O verbo nesse sentido é impessoal).

    Valeu! Saudações.

    ResponderExcluir
  2. Valeu pela postagem e pela dica. O erro foi corrigido. Abraço.

    ResponderExcluir

Os comentários passam pela Moderação antes da publicação.